Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Diário de Desenvolvimento Pessoal

Partilha de experiências, reflexões e outros textos sobre desenvolvimento pessoal e autoconhecimento para inspirar e melhorar a sua vida. Contadas por uma pessoa a caminho de se encontrar.

Diário de Desenvolvimento Pessoal

Partilha de experiências, reflexões e outros textos sobre desenvolvimento pessoal e autoconhecimento para inspirar e melhorar a sua vida. Contadas por uma pessoa a caminho de se encontrar.

Sex | 19.10.18

Será Que É o Dinheiro Que Te Impede de Ser Feliz?

M.S.

Quando olhamos para as viagens que os nossos amigos fazem ou fizeram nas redes sociais ou quando vemos um grande desconto em algo que desejamos, ganhamos dentro de nós uma ânsia, um desespero muito grande. Uma necessidade de ter rápido, mas se esperarmos o suficiente também passará rápido.

Essa é uma falsa necessidade por algo porque até pode não ser o que o nosso coração quer ou que realmente nos preenche e estimula. É apenas uma sensação incutida pelo mundo exterior. Quem nunca sentiu assim? Acho que todos nós já o sentimos alguma vez na vida.

Compras.jpg

 

No entanto, esta falsa necessidade faz-nos gastar dinheiro indevidamente ou dá-nos uma sensação de desvalorização brutal. Quando falo brutal refiro à sensação de sermos menos do que os outros por não termos dinheiro, aquela sensação tão comum no ser humano de não ser bom o suficiente. Não sabemos o quanto esta sensação nos sabota. Além de destruir a nossa autoconfiança, ainda sabota todas as nossas tentativas de atrair prosperidade à nossa vida. Por vezes, esta ansiedade até esconde outros significados como não estarmos satisfeitos com a vida que estamos a viver. Precisamos de mudar. Mas enquanto essa emoção continuar escondida vai apenas bloquear as nossas capacidades. Quantas vezes podemos resolver o problema de outras formas sem envolver dinheiro? Quantas vezes dizemos que queremos mudar, mas nos desculpamos que é por não ter dinheiro que não o fazemos?

directory-466935_1920.jpg

 

Sempre que tiveres algo que desejas ter ou fazer, faz uma lista de dez ou mais formas de a conseguir. Se sentires que não tens tanta vontade para as fazer ou até mesmo para ter aquilo que desejas, tudo bem. Aceita isso. Aceita que não tens que querer o que os outros querem.

Lista.jpg

Se sentires que queres seguir em frente mesmo que haja tarefas complicadas ou desagradáveis no caminho, segue em frente e sê criativo. Há sempre outro caminho.

 

Felicidade.jpg

Por último, valoriza aquilo que tens. A gratidão abre as portas para que mais coisas e mais dinheiro surjam na tua vida, mas primeiro tens que valorizar e utilizar o que tens para conquistar os teus sonhos. Luta apenas por aquilo que realmente desejas viver e experimentar na tua vida. Se sentires que não é para ti, não te preocupes, toma outro rumo. Nunca é tarde para recomeçar. Apenas não vivas através das outras pessoas ou através das tuas desculpas.

 

Arrisca apenas TU podes tornar a tua vida única.

2 comentários

Comentar post